09 março 2015

A música da minha vida

O título parece sensacionalista, mas devo dizer que nos meus 27 anos dessa existência, ainda não encontrei uma música que me tocasse mais. A paz que sinto ao ouvir essa melodia, com piano e flauta de bambu, supera todas as outras que já tenha escutado. 

Ei-la:


Para quem quiser baixar o áudio de um vídeo do youtube (foi o que fiz com essa música), recomendo esse site: www.youtube-mp3.org

E para a viagem ficar completa (sim, eu viajo quando escuto essa canção!), gosto de ouvi-la com barulhinho de chuva, então tem também um site que proporciona isso, é o Rainy Mood.

Como nem sempre dá para acessar à internet, se você tiver smartphone pode baixar um aplicativo super leve que também tem a proposta de oferecer som de chuva a qualquer hora (e ainda tem timer, que desliga após os minutos que você designar). O app é o Mood Rain, procure no Google Play em seu celular, é bem bacana, ótimo para ajudar a dormir e também é excelente para quem gosta de meditar. =]


PS.: Estou super ausente do blog, ainda não fiz a postagem com as músicas mais ouvidas de 2014 e nem contei sobre alguns acontecimentos emblemáticos desde que entramos em 2015. O motivo é pura e simplesmente a falta de tempo, qualquer postagem mais longa me demanda pesquisa, busca de links, a procura por imagens ideais, e daí estou adiando, pelo menos até o próximo mês, quando pretendo retornar. Eu sei que o blog nunca teve a proposta de ser algo super frequente, mas considerei que seria importante esclarecer que não abandonei meu cantinho, esse blog é muito simbólico pra mim. 

Boa semana a todos!

29 novembro 2014

Every single moment

Aproveite cada momento
É chuva, é sol, é cinza, é azul. É noite, é dia, é calor, é frio.
Tá escuro, tá estranho, tá feio, tá cheio.

Não conheço, nunca gostei, me falaram que é ruim.

Minha religião não permite, não discuto política, não gosto de falar quando acordo.

Não tolero, não aceito. Eu não tenho preconceito, mas...

Prefiro salgado. Odeio amargo. Detesto esse cheiro. Não gosto nem de lembrar.

Me arrepio sempre. Melhor nem falar. Deixa pra lá.

Pare agora de se limitar! Pare agora de se enquadrar em papeis pré-estabelecidos, criados por você ou por outrem. Você é mais. Não deixe de viver, aproveite a vida. Permita-se ser surpreendido por ela.

A vida está acontecendo enquanto estamos com medo de sair do quarto. Vamos olhar o céu! Vamos tomar banho de chuva! Vamos dançar sem timidez. Vamos dançar com timidez. Vamos apenas dançar - e curtir e aprender e voar e viver. Viver é diferente de existir. Vamos ver beleza em tudo que pudermos. Vamos olhar as paisagens como nossos gatos, que andam sempre pelos mesmos cenários se admirando de todos os detalhes, como se fosse a primeira vez. Todo dia é uma possibilidade. Vamos aproveitar tudo que a vida tem nos oferecido. Vamos ser gratos por tudo.

VAMOS SER GRATOS POR TUDO!





28 novembro 2014

Coisas que dizemos



E quantas vezes você falou que não queria, só para ver se iriam insistir? Você até queria, mas não insistiram. 

Às vezes você fala que não pode, mas é porque não quer.

Outras vezes você diz que não pode, porque não acredita poder. 

Algumas poucas vezes, bem poucas mesmo, você realmente não pode. E, se bobear, ainda nessas raras ocasiões, se espremesse as horas, se apertasse o passo, até poderias.